Software Carpentry na UFRGRS

Imagem dos alunos no final dos dois dias de atividade.

Note

If you don’t speek portuguese you will find some informations at Software Carpentry Blog.

Nota

As fotos originais utilizadas nesse post encontram-se disponíveis em imagens do workshop.

Na última quinta e sexta, Alex e eu fomos os instrutores no workshop da Software Carpentry na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tivemos em torno de 30 alunos dos mais variados níveis (desde alunos do ensino médio até professores titulares da universidade) e apresentamos Bash, Git e Python ao longo dos dois dias.

Foto tirada na frente da sala.

Primeiramente gostaria de agradecer a todos que ajudaram a organizar e realizar esse workshop, especialmente o Rafael Pezzi e o Lucas Leal. O workshop ocorreu em um dos laboratórios de computação da universidade e utilizamos uma máquina virtual (configurado pelo nosso anfitrião) nas máquinas do laboratório.

Foto tirada no fundo da sala.

Na manhã do primeiro dia, ensinei alguns comandos do terminal. A maioria dos alunos já tinham utilizado-o anteriormente mas eles gostaram de descobrir alguns novos comandos (por exemplo, find) e que podem criar seus próprios shell scripts. Durante a tarde, Alex realizou uma introdução ao Python cobrindo a criação de variáveis, laços, condicionais e funções.

Alex durante uma das sessões de Python.

Na manhã do segundo dia, ensinei Git. Essa era a sessão que a maioria dos estudantes estavam aguardando e eles gostaram do que foi apresentado. Na tarde, Alex apresentou as bibliotecas científicas básicas de Python (Numpy e Matplotlib) e Pandas reescrevendo o mesmo exemplo com as diferentes bibliotecas. Os estudantes ficaram impressionados com a facilidade de utilizar Pandas para fazer análise de dados.