SFD

Visão do auditório.

Ontem, 21 de setembro de 2013 o LibrePlanet São Paulo realizou o Software Freedom Day 2013 em Campinas (maiores informações na página do evento). Meus enormes agradecimentos ao Sergio e todos aqueles que ajudaram na realização do evento.

Nota

Fotos do evento encontram-se disponíveis nesse arquivo que deve demorar um pouco para ser baixado devido a minha baixa velocidade.

O Software Freedom Day ou SFD é uma data para a celebração e divulgação da filosofia do Software Livre e no evento de Campinas contamos com ótimas palestras.

O que é Software Livre

O SFD começou com a palestra do Sergio sobre o que é software livre.

Sergio Durigan Junior.

Embora já tenha assistido essa palestra algumas vezes sempre é bom ver o Sergio apresentá-la.

Nota

UPDATE em 2013/09/29

Anteriormente tinha esquecido de mencionar o Sergio ter dito que ao abrir mão da sua privacidade você também abre mão da privacidade de todos ao seu redor. Felizmente essa reflexão foi eternizada pelo Sergio em seu blog sobre o qual escrevi em Ativista.

Padrões livres ou o fim do mundo

A segunda palestra foi do Rubens Queiroz de Almeida sobre padrões abertos.

Rubens Queiroz de Almeida.

Essa palestra eu tinha assistido no Document Freedom Day que o LibrePlanet São Paulo organizou no primeiro semestre. De toda forma, o Rubens é um ótimo palestrante e a palestra parece muito com uma conversa.

Cultura Hacker e Desenvolvimento de Software Livre na tensão entre liberdade e segurança

A última apresentação antes do almoço foi do Matheus Guimarães Mello.

Matheus Guimarães Mello.

O Matheus é um rapaz de Goiânia que conheci durante o FLISOL aqui em Campinas no período que estava fazendo parte do seu mestrado na UNICAMP. Sua apresentação correspondeu a parte do seu mestrado.

Software Livre para uma rede livre

A primeira apresentação depois do almoço foi do Prof. Dr. Jorge Stolfi.

Prof. Dr. Jorge Stolfi.

Foi a primeira vez que conheci o Prof. Stolfi pelo qual o Sergio possui grande adimiração. Essa foi uma contra-palestra ao “Pré-Evento: Privacidade e Segurança na Internet” da Secomp UNICAMP no qual nada relevante a privacidade e segurança foi mencionado.

O Prof. Stolfi falou “Como manter a internet livre?”:

  • Descentralização,
  • Variedade,
  • Software livre,
  • Ativismo, e
  • Legislação.

Será que conseguiremos?

Software Livre e Segurança Eleitoral

O Prof. Dr. Diego Aranha da UNB falou sobre sua experiência com a urna eletrônica brasileira.

Nota

Esqueci de tirar uma foto do Diego. Não que seja desculpa, mas a apresentação estava muito boa. Tentamos filmar a apresentação dele e espero em breve divulgá-la.

A questão do voto é importantíssima para uma real democracia e como o Diego apresentou, a urna eletrônica atual não é uma solução livre de falhas.

O Gustavo, um mineiro que conheci no FISL e trabalha desenvolvendo o WebKit, levantou a questão do modelo de votação utilizado pelo Projeto Debian para o qual o Diego apontou que o grande problema é a necessidade de conhecimento técnico por parte dos eleitores.

A (falsa) liberdade da mobilidade

O Panaggio, o cara das webs do LibrePlanet São Paulo, complementou a apresentação do Prof. Stolfi falando sobre a falta de liberdade devido aos aparelhos móveis.

Ricardo Panaggio.

Acredito que o Panaggio consegui mostrar rapidamente os problemas existentes hoje com os dispositivos móveis e que precisamos de um “GNU móvel” urgentemente.

GNU: 30 anos de luta por software obediente ao usuário

A última palestra do evento ficou a cargo do Alexandre Oliva.

Alexandre Oliva.

Gosto muito de assistir apresentações do Oliva devido a sua paixão por software livre e sua enorme lista de contribuições.

Encerramento

Para encerrar o evento, cantamos parabéns para o (Projeto) GNU e depois fomos para o Quintal do Neto conversar.