Neurociência e Educação

Este post trata de uma das messas redondas que assisti no SBNeC cujo título era “Neurosience and Education: Building Bridges” que foi coordenada por Cecilia Hedin Pereira da Universidade Federal do Rio de Janeiro e contou com a presença de:

  • Leonor Guerra da Universidade Federal de Minas Gerais que apresentou “NeuroEduca: Neuroscience in the classroom”;
  • Marilia Z. Guimarães da Universidade Federal do Rio de Janeiro que apresentou “Using digital technology and neuroscience in learning”;
  • Sidarta Ribeiro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte que apresentou “Neuroscience and Education: how far is the bridge?”;
  • Soo-Siang Lim da National Science Foundation que apresentou “Science of Learning: Crossing Boundaries to Make a Difference”.

NeuroEduca: Neuroscience in the classroom

NeuroEduca é um projeto de extensão da UFMG que busca ajudar professores a melhorarem suas aulas ao instruí-los de informações neurológicas.

As informações fornecidas para os professores não limitam-se ao reconhecimento de características que podem indicar alguma “anomalia” neurológica mas também de questões “psicológicas”.

Using digital technology and neuroscience in learning

Logo no início da apresentação Marilia mostrou um infográfico que ilustrava onde a tecnologia marca presença na área de educação:

  • customização,
  • colaboração,
  • gamificação,
  • cognição,
  • conteúdo multi-“objetivo”.

Ao longo da apresentação, Marilia falou mais sobre essas tecnologias e algumas investigações neurológicas que estão sendo feitas envolvendo tais tecnologias.

Como exemplo, foram apresentados o edumobi e o duolingo.