MOOC ou MESS

Hoje, Steve Kolowich escreveu para The Chronicles of Higher Education/Wired Campus um artigo intulado “Google and edX Create a MOOC Site for the Rest of Us” (cópia nesse servidor). Essa reportagem me fez lembrar do Greg, meu instrutor no treinamento da Software Carpentry, dizendo

Greg Wilson: MOOC = massive open online course
Greg Wilson: more properly called “MESS”
Greg Wilson: for “Massively Enhanced Sage-on-the-Stage”

No seu texto, Kolowich anuncia o site mooc.org desenvolvido pelo Google e edX que é uma plataforma para pobres mortais poderem construir/oferecer seus cursos onlines (algo semelhante já tentou ser feito pelo udemy e no ano passado o Google também tinha tentado algo semelhante com o Course Builder).

Antes de falar mais sobre mooc.org, vamos ao “MESS” ou “Massively Enhanced Sage-on-the-Stage” (ou Aumento Massivo do ‘Sábio no Palco’ em tradução literal). “Sage on the stage” é uma expressão americada para indicar a forma de ensino que ainda hoje é utilizada na qual os estudantes são orientados por um professor que posiciona-se na frente da turma e apresenta o conteúdo “precisa” ser lecionado. Essa forma de ensino foi questionada por vários educadores, entre eles Paulo Freire, que propuseram algumas formas alternativas como “Guide on the side” que prometem melhores resultados (mas não são facilmente implementadas). É fácl ver porque Greg renomeiou MOOC de MESS, uma vez que nestes o professor continua no palco dando sua aula que agora é transmitida pela internet.

Voltando a tratar do mooc.org, como informado na reportagem

MOOC.org will yield a trove of data describing how learners are interacting with course materials. Google and edX “will collaborate on research into how students learn and how technology can transform learning and teaching,” says a news release. But edX alone will own the data generated by the courses, says Mr. Agarwal.

ou seja,

MOOC.org irá receber uma enorme quantidade de dados descrevendo como os alunos interagem com o material dos cursos. Google e edX “irão coolaborar na pesquisa de como os alunos aprendem e como a tecnologia pode transformar o aprendizado e o ensino,” afirma o anúncio. Mas edX apenas irá possuir/deter os direitos sobre os dados gerados pelos cursos, disse Sr. Agarwal. (em tradução literal)

Por estar envolvido com software livre e dados abertos, acredito que os dados coletados pelos MOOCs deveriam estar disponíveis para a comunidade interessada independentemente de sua filiação a alguma empresa/instituição e por isso acredito que mooc.org não encontra-se em sintonia com o momento atual.

Nota

Greg também disse que as “descobertas” feitas pelos MOOCs já haviam sido feitas 20 anos atrás e que os MOOCs estão apenas lesandos alunos nessa redescoberta. Quem sabe se os dados fossem abertos fosse possível minimizar o número de alunos lesados.