Segurança e privacidade

Na Revista Espírito Livre apareceu a reportagem “Segurança sempre vence a batalha contra privacidade” (cópia local) que foi originalmente publicada pelo Observatório da Imprensa e corresponde a tradução de Celso Paciornik para o texto de Chris Cilliza.

Um dos pontos interessantes da reportagem é

Uma pesquisa Pew, de 2011, mostrou que 42% disseram que a Lei Patriota era “uma ferramenta necessária que ajuda o governo a encontrar terroristas”, enquanto 34% disseram que ela “vai longe demais”.

que mostra o quanto o medo faz as pessoas deixarem de valorizar a sua privacidade.

Outro ponto interessante é

O pensamento é: “Se não estou violando nenhuma lei, por que me aborrecer com o fato de o governo investigar algumas ligações telefônicas se isso ajudar a barrar um ataque?”

Existem duas falhas nesse pensamento:

  1. É considerado que o “governo” não irá tentar lhe fazer nenhum mal, o que não é necessariamente verdade.
  2. O governo é feito por pessoas. As poucas pessoas que tiverem acesso a essas informações podem utilizá-las para ganho pessoal.

Por esses motivos acredito que deve-se preferir a privacidade.